Descoberta de gás em Moçambique gera oportunidade para pequenas e médias empresas

3 Oct 2018
Artigo por Achilles

Como permitir que Moçambique concretize o potencial da terceira maior descoberta de gás natural liquefeito.

 

De acordo com o Standard Bank, a descoberta em 2012 de cerca de 20 bilhões de barris de gás natural na bacia de Rovuma, distante do litoral de Moçambique, tem o potencial de acrescentar USD 39 bilhões à economia do país até 2035 – o que é de suma importância para o sétimo país mais pobre do mundo. 

Doug Aris, gerente da comunidade de petróleo e gás na África, explica como estamos possibilitando que Moçambique concretize o potencial da terceira maior descoberta de gás natural liquefeito.

Com um PIB anual per capita de apenas USD 1.215 e uma taxa de desemprego superior a 25%, pode-se bem dizer que Moçambique provavelmente não estava totalmente preparado para uma das maiores descobertas do mundo de recurso energético natural em 2012. No entanto, embora a longo prazo sejam enormes os desafios à frente para administrar a descoberta e preservar os benefícios da riqueza de Moçambique recentemente encontrada, o potencial de melhoria do bem-estar de toda a nação é provavelmente ainda maior e, portanto, extremamente animador.

Quais são os desafios que os fornecedores locais enfrentam?

Empresas locais têm uma imensa oportunidade de conseguir trabalho. Para obter um benefício sustentável, essas pequenas e médias empresas devem se apresentar como fortes concorrentes nas cadeias de fornecimento que servem as empresas de petróleo e gás internacionais que extraem gás.

No entanto, elas atualmente enfrentam diversos obstáculos, incluindo:

  • Não serem vistas pelas empresas internacionais de petróleo (IOC) e empresas contratadas de engenharia, compras e construção (EPC)
  • Acesso inconstante aos planos de trabalho futuros das empresas internacionais de petróleo.
  • Incapacidade generalizada de atender às normas internacionais e orientação limitada para melhorar.
  • Custos muito elevados de requalificação e de expansão da organização (ainda mais exacerbados pelo alto custo de empréstimos bancários em Moçambique).

Como criar uma solução

Com esses desafios em mente, iniciou-se o trabalho de proporcionar garantia para a região.

15.000 fornecedores usam atualmente nossa empresa para apresentar seus recursos a empresas de petróleo e gás em todo o mundo. Estes incluem 3.000 membros da nossa comunidade de petróleo e gás no Reino Unido e Europa, que têm taxa de mortalidade menor do que a média do setor (usando padrões Eurostat e RIDDOR), e queremos replicar esse nível de garantia para a África.

O nosso objetivo é ajudar a nação a concretizar seu potencial de crescimento, e lançamos um programa de cooperação, que reunirá as partes necessárias para resolver coletivamente alguns desses problemas.

A comunidade Petróleo e Gás da África Oriental (EAOG) foi criada há três anos em parceria com duas empresas globais de petróleo e gás, a BG e a Equinor (a antiga Statoil) para permitir que as duas organizações encontrassem fornecedores éticos e transparentes na Tanzânia que atendessem exatamente aos seus critérios de aquisição. Atualmente, estamos usando o que aprendemos para apoiar Moçambique e para adotar um modelo semelhante que pode ser aplicado a outras regiões.

Permitir visibilidade de fornecedores e projetos

Em parceria com a Anadarko, criou-se um sistema de cadastro gratuito para que os fornecedores locais possam ser vistos no mercado, através do preenchimento de um único questionário para o Projeto Mozambique LNG.

Assim, será possível que a Anadarko veja os dados de fornecedores validados em um único local para sua cadeia de fornecimento toda, reduzindo tempo e custos no processo de pré-qualificação.

À medida que procuramos estabelecer o controle de qualidade por meio de padronização e conformidade das cadeias de fornecimento, criou-se uma ampla rede de fornecedores que querem trabalhar em Moçambique, e os compradores também começaram a divulgar projetos em andamento, que os fornecedores participantes podem acessar através dos planos de trabalho futuros.

Como atender e ultrapassar os padrões internacionais

Em todo o mundo, ser membro da nossa comunidade ajuda a melhorar os padrões operacionais dos participantes em áreas fundamentais, desde a saúde e segurança até a documentação, escravidão moderna e mais.

Dê o primeiro passo para tornar sua organização visível em relação aos requisitos da cadeia de fornecimento em Moçambique cadastrando-se gratuitamente.

Cadastre-se hoje na Petróleo e Gás na África.



Read more

Receba ótimas informações na sua caixa de entrada todos os meses

Assinar