Article

Mineração no Peru, perspectivas para a cadeia de fornecimento

A indústria mineradora do Peru continua a se recuperar da atual crise provocada pela pandemia da COVID-19. Durante a conferência da Prospectors & Developers Association do Canadá (PDAC 2021), Jaime Gálvez, Ministro de Energia e Minas peruano, estimou que os investimentos no setor este ano aumentarão 21% comparado a 2020.

A Achilles, juntamente com a Câmara de Comércio Canadense no Peru, fez parte da delegação peruana nesse evento da PDAC. Pela primeira vez, a maior convenção de mineração do mundo foi realizada virtualmente. As conferências, apresentações e workshops sobre os principais projetos, tendências e oportunidades para o setor de mineração peruano ainda podem ser acessados na Plataforma do PDAC do Peru.

Neste artigo vamos mostrar os principais dados do setor e uma perspectiva sobre a importância de uma boa gestão de fornecedores e supervisão de contratados para garantir o sucesso dos projetos, a continuidade dos negócios e o aumento da resiliência na cadeia de suprimentos.

Mineração no Peru, tendências da cadeia de fornecimento

Esse setor é um dos pilares da economia peruana e é considerado um dos principais motores de crescimento do futuro e recuperação econômica do país, já que muitas empresas dependem e participam da cadeia de fornecimento da mineração. Além de empregar diretamente mais de 200 mil pessoas, estima-se que cada indivíduo diretamente empregado gere 6,25 empregos adicionais na economia em geral, segundo dados do Ministério de Energia e Minas (MINEM) em seu relatório Panorama e tendências de emprego.

As medidas para conter a propagação do coronavírus impuseram uma quarentena rigorosa no Peru na segunda quinzena de março de 2020, causando um enorme impacto nos indicadores econômicos do setor. As operações foram interrompidas até maio de 2020, quando se observou o início de uma retomada gradual. Na Achilles, por meio da nossa comunidade de mineração: Regic, vimos como a pandemia pôs os profissionais de compras à prova, colocando-os no centro do combate à emergência para garantir a continuidade das operações e acelerar a retomada das operações.

Os profissionais de compras têm enfrentado a crise avaliando constantemente a cadeia de fornecimento, verificando o estado dos principais fornecedores e, em alguns casos, encontrando alternativas para assegurar o fluxo de bens e serviços necessários para operações estratégicas.

As empresas envolvidas no setor da mineração precisaram adaptar e transformar os processos e fluxos de informação às novas plataformas tecnológicas que proporcionam acesso à informação, análise da cadeia de fornecimento, otimização de processos, procura de fontes alternativas de abastecimento e mitigação de interrupções. A transformação digital foi acelerada e chegou para ficar.

Cadeias de fornecimento seguras e resilientes

92% das empresas envolvidas no setor da cadeia de fornecimento da mineração são micro, pequenas ou médias empresas, de acordo com dados da comunidade Regic, da Achilles. A avaliação de fornecedores é fundamental para saber se eles atendem aos padrões do setor e aos requisitos específicos da sua empresa. Dessa forma, você poderá mitigar os riscos de interrupções e aumentar a resiliência das operações.

Na Achilles, temos mais de 20 anos de experiência em parceria estratégica com as principais empresas de mineração que operam no Peru e na América Latina, ajudando-as a aumentar a transparência em suas cadeias de fornecimento, proporcionar igualdade de condições para fornecedores, mitigar riscos e ter acesso a uma única fonte de informação sobre fornecedores. Ao todo, 15 empresas de mineração pertencem à nossa comunidade Regic e avaliamos mais de 4 mil fornecedores que operam nesse setor.

Fale conosco para saber mais sobre nossa experiência no setor de mineração e quais soluções podemos disponibilizar para a sua organização.


You might be also interested in…

Receba ótimas informações na sua caixa de entrada todos os meses

Assinar