O que você precisa saber sobre a ética da cadeia de fornecimento

7 Aug 2014
Artigo por Achilles

A ética da cadeia de fornecimento é imprescindível e as empresas precisam entender o que é e como mantê-la.

Mais de quatro entre cinco clientes afirmam que os padrões de ética dos varejistas são importantes para eles, de acordo com o Ipsos MORI. Trinta e oito por cento também dizem que gastariam mais num produto, se souberem que a empresa age de modo ético.

De fato, todos os sinais apontam para a importância cada vez maior da ética na cadeia de fornecimento, e as empresas que puderem provar que seguem as regras do jogo provavelmente se destacarão do resto. No entanto, o que é e não é considerado aceitável está sempre mudando, e muitas empresas podem precisar de um curso de reforço sobre o que precisam saber sobre ética da cadeia de fornecimento.

O que é a ética da cadeia de fornecimento?


Como a procura de fornecedores se tornou mais global, exemplos de exploração e negligência vieram à tona, suscitando perguntas sobre não seguir devidamente a ética para produzir mercadorias de forma barata

Ao falar sobre ética na cadeia de fornecimento, os peritos geralmente se concentram na:

Liberdade de emprego e associação

Erradicação do trabalho infantil

Condições de trabalho seguras e higiênicas

Pagamento e horas de trabalho adequados

Tratamento humano e não discriminatório

Antissuborno e corrupção

Consciência ambiental

No passado, estes ingredientes de uma cadeia de fornecimento ética eram governados em grande parte através dos valores de cada empresa e país, mas em décadas recentes, isto passou a ser codificado no direito internacional.

O que as empresas podem fazer sobre isto


As organizações, grandes e pequenas, precisam conhecer as leis que governam a ética da cadeia de fornecimento e como as suas próprias práticas de negócio se enquadram nelas.

Este último ponto exige que as empresas entendam seus próprios valores e objetivos éticos, codifiquem isto e eliminem as áreas de risco nas suas cadeias de fornecimento.

Muitas empresas produzem seus próprios códigos de cadeia de fornecimento ética, que devem ser seguidos por todos os seus fornecedores. A Coca-Cola é uma dessas empresas e pratica a ética e a conformidade segundo o Código de Conduta Empresarial. Tem as mesmas expectativas para os seus fornecedores que os funcionários quando se trata de seguir a lei e atuar com ética em todos os assuntos.

A transparência é muito importante para garantir que a ética seja mantida em toda a cadeia de fornecimento, e as empresas precisam saber quem são os seus fornecedores, também além do primeiro nível. A Achilles oferece soluções de gestão de fornecedores, incluindo a criação e gestão de comunidades colaboradoras e mapeamento da cadeia de fornecimento, para permitir que as organizações identifiquem todos os elos da cadeia de fornecimento, facilitando a identificação de casos nos quais os códigos de ética não tenham sido seguidos.

A ministra do Comércio britânica, Jenny Willott, disse: “A transparência sempre deve ser o elemento principal de toda empresa. Todas as empresas, incluindo as do setor de varejo, precisam passar informações corretas aos seus clientes e ser abertas sobre as suas cadeias de fornecimento.”

“Os compradores, mais do que nunca, querem saber de que forma o que eles compram veio da fábrica até a prateleira. Eles também não têm medo de falar alto ou expressar suas opiniões através de ações, se acharem que aqueles que produzem suas mercadorias estão sendo abusados ou explorados.”

A regra de ouro


A regra de ouro da ética da cadeia de fornecimento é, em última análise, “conheça seus fornecedores”. As empresas precisam ter a tranquilidade mental de que aqueles com quem eles comerciam estão atendendo certos padrões para garantir que sua cadeia de fornecimento esteja operando de forma honesta e legal. Todos os fornecedores da Achilles são verificados por nós, a fim de assegurar que eles sigam os regulamentos e estejam operacionalmente em boas condições. Isto ajuda os compradores a gerenciarem os riscos e garante que estejam trabalhando com empresas que adotam valores semelhantes.

 

É claro que é mais difícil monitorar a atividade dos fornecedores no estrangeiro, e é aí que entra o mapeamento da cadeia de fornecimento. As empresas podem entender quem são seus fornecedores, com quem estão efetivamente fazendo negócios, e podem investigar se todas as partes estão cumprindo seus códigos de ética. As organizações também podem tomar medidas para assegurar que os fornecedores sejam confirmados de forma independente pela Achilles para servir como outra camada de garantia de que a conduta é exemplar.


Compartilhar


Receba ótimas informações na sua caixa de entrada todos os meses

Assinar