Construindo cadeias de fornecimento transparentes no Brasil

Article by Achilles

Reunindo compradores e fornecedores de todo o Brasil, o Fórum de compras e sourcing deste ano concentrou-se em estratégias da cadeia de fornecimento, incluindo construção de cadeias de fornecimento transparentes, práticas recomendadas e inovações empolgantes.

Ao longo do evento, representantes de vários setores destacaram as mesmas oportunidades de compras e desafios enfrentados. Aqui estão três dos principais assuntos discutidos.

A crescente importância das plataformas

A digitalização está tendo vários efeitos na forma como as cadeias de fornecimento são gerenciadas em todo o mundo. As empresas estão usando ferramentas digitais para tornar suas operações mais rápidas e mais flexíveis, e no Brasil não é diferente.

As plataformas de compras parecem prontas para ser um serviço de alto crescimento entre os compradores brasileiros nos próximos anos. As empresas cada vez mais querem um local centralizado para ver todos os dados da sua cadeia de fornecimento, acessar aplicativos importantes e facilitar a comunicação com seus fornecedores. Houve muito interesse das empresas nos benefícios que as plataformas de compra podem trazer, especialmente quanto à integração com outras funções, como pré-qualificação de fornecedores.

O surgimento do fornecimento estratégico

Outro principal benefício das plataformas e da digitalização, em geral, é que, colocando os dados em um local centralizado, os compradores podem aumentar muito a transparência das suas cadeias de fornecimento. Muitos compradores estão tentando ter uma visão clara de como suas cadeias de fornecimento operam abaixo do nível 1. Muitas vezes, pode ser difícil saber exatamente de onde vêm todos os componentes e produtos que usam. Essa falta de visibilidade pode tornar a avaliação e o gerenciamento de riscos tarefas muito mais difíceis.

Para equipes de compras, a capacidade de localizar, gerenciar e comunicar dados facilmente significa que elas podem se concentrar muito mais na estratégia. Essa mudança em direção ao fornecimento estratégico foi o principal tema do Fórum de compras e sourcing deste ano, com palestras de representantes da Coty, Logicalis, Procurement Garage e Nortel, e foi um assunto recorrente em muitas das conversas.

Uma das empresas participantes, a Cargill, define fornecimento estratégico como “uma abordagem estruturada e colaborativa com nossos negócios, funções e joint ventures” que ajuda a empresa a “analisar, compreender, planejar, desenvolver, comunicar e implementar estratégias de fornecimento que vão além dos preços dos produtos e serviços.”

A chave para poder operar dessa forma é ter dados confiáveis, de alta qualidade e facilmente administráveis ao seu alcance.

Simplificando a administração da reputação

Muitas das empresas foram ao evento procurando maneiras de melhorar suas práticas de avaliação de riscos de fornecedores. Particularmente, a principal preocupação era impedir danos à reputação.

Depois do escândalo da Odebrecht, que até agora condenou mais de 200 pessoas, administrar o risco de fornecedores de forma ativa foi uma das principais preocupações no evento deste ano. Muitas das conversas foram sobre a importância de uma pré-qualificação de fornecedores rigorosa e confiável, mas muitas também foram sobre quais melhorias poderiam ser feitas no processo de due dilligence.

Talvez o objetivo mais importante dos eventos regionais estabelecidos como o Fórum de compras e sourcing é mostrar o número de fornecedores locais e a experiência que o Brasil tem a oferecer. Tendências como digitalização, aumento de due dilligence e tomada de decisões mais estratégicas oferecem aos fornecedores locais uma excelente oportunidade e estamos orgulhosos por apoiá-los agora e no futuro.

O setor de compras está mudando rapidamente no Brasil e no mundo. Fale com alguém da sua equipe sobre como enfrentar seus desafios de compras hoje mesmo.

 



Receba ótimas informações na sua caixa de entrada todos os meses

Assinar