Gestão de risco e pequenas e médias empresas

20 Aug 2014
Artigo por Achilles

As pequenas e médias empresas estão cada vez mais conscientes da importância da gestão de riscos, mas esta ainda representa um desafio para as empresas.

As pequenas e médias empresas estão ficando cada vez mais conscientes dos riscos. Em 2013, Zurich constatou que 53% estão dispendendo mais tempo nas suas estratégias empresariais e gestão de riscos do que antes da crise financeira. De fato, 35% estão fazendo mais planejamento financeiro de longo prazo, ao passo que 33% estão examinando seus planos de continuidade empresarial de modo muito mais periódico.

Isto é uma boa previsão para a resiliência da cadeia de fornecimento e, em última análise, para o crescimento. Em “Perspectivas e problemas na cadeia de fornecimento: Uma análise literária”, a Organização Mundial do Comércio explicou que “As pequenas e médias empresas estão cada vez mais desempenhando papéis importantes como participantes das cadeias de fornecimento globais.”

“As organizações internacionais as consideram como geradores importantes de desenvolvimento e estão apoiando a sua entrada nos mercados internacionais através das cadeias de fornecimento globais,” declarou o estudo. “Eles já estão integrados como fornecedores de produtos e mão de obra barata em países em desenvolvimento e como inovadores e especialistas em tecnologia em países desenvolvidos.”

À medida que as pequenas e médias empresas ficam mais ativas nas cadeias de fornecimento, sua capacidade de gerenciar risco fica mais importante. No entanto, com recursos limitados, muitas vezes, ter controle das ameaças é mais fácil na teoria que na prática.

As pequenas e médias empresas muitas vezes têm medo de assumir dívida, o que significa que, às vezes, o investimento em estratégias de prevenção de riscos é limitado. O Barômetro de pequenas e médias empresas do governo de fevereiro de 2014 mostrou que, dentre as empresas que não procuraram financiamento nos últimos seis meses, 24% disseram que não queriam assumir riscos adicionais. As microempresas apresentaram maior probabilidade de citar este fato (26%), seguido por pequenas empresas (18%) e médias empresas (15%).

Não obstante, o investimento em gestão de riscos é importante, seja aumentando a transparência para além dos fornecedores de primeiro nível para garantir conformidade, ou empregando tecnologias de minimização de riscos.

O Índice Zurich revelou que as condições meteorológicas, as vulnerabilidades tecnológicas e os desafios de mão de obra estão atualmente afetando as pequenas e médias empresas. Trinta e nove por cento das empresas estão preocupadas com os problemas associados a tecnologia, sendo que a falha do sistema de redes locais foi citada por 36% como sendo um dos maiores riscos tecnológicos.

Trinta e seis por cento também mostram preocupação com o envelhecimento dos trabalhadores, o que poderia causar problemas de capacidade na cadeia de fornecimento.

Enquanto isso, as condições meteorológicas estão apresentando outro desafio. Richard Coleman, diretor de pequenas e médias empresas na Zurich Insurance, disse: “Apenas três por cento das pequenas e médias empresas relatam que as medidas de prevenção de inundações são um dos seus três riscos operacionais mais graves. Como as inundações dos últimos meses causaram interrupções em muitas empresas, é provável que muitos proprietários de pequenas e médias empresas cogitem colocar a gestão de riscos de grandes incidentes no topo da sua lista de prioridades.”

Os números sugerem que é preciso mais investimento em saúde e segurança. Um estudo da AXA UK mostrou que, em 24% das pequenas e médias empresas, funcionários ou antigos funcionários pediram indenização do seguro de responsabilidade dos empregadores nos últimos cinco anos.

Para ter controle dos riscos, as pequenas e médias empresas precisam ter acesso a soluções efetivas em termos de custos e atendimento completo. Na Achilles, oferecemos soluções de gestão de risco na cadeia de fornecimento e na base de fornecedores. Isto permite às empresas se beneficiarem da consolidação de dados dos fornecedores em uma única plataforma e da conformidade e gestão de riscos sistemáticos.

As nossas equipes de apoio, os auditores capacitados e os dados de confiança de terceiros são inseridos em seu programa de validação e captação de dados de fornecimento totalmente gerenciados. Além disso, fornecemos ferramentas para os compradores visualizarem desempenho e risco, priorizarem fornecedores e gerenciarem atividades de procura de fornecedores em toda a base de fornecedores.

Com dados precisos e uniformes sobre os fornecedores em todos os seus sistemas, além de informações de gestão de risco para as partes interessadas, é possível ter controle sobre as possíveis ameaças dentro da cadeia de fornecimento, seja você uma grande organização, uma pequena ou média empresa.



Receba ótimas informações na sua caixa de entrada todos os meses

Assinar