Entrevista com Douglas Regueros – Presidente da ACOPC

Article by Achilles

A Achilles trabalha em parceria com a ACOPC (Associação Colombiana de Profissionais de Compra) na Colômbia. Nesta ocasião, Douglas Regueros, presidente da associação, compartilha conosco sua visão do mercado colombiano em termos de conscientização da importância da área de abastecimento de uma empresa, os desafios enfrentados pela Colômbia e a repercussão do uso de tecnologias.

 

1. Segundo a experiência da ACOPC em análise e consultoria a empresas compradoras, quais são os principais problemas enfrentados pela área de abastecimento na Colômbia?

Na minha opinião, muitas das empresas ainda estão nos estágios iniciais do abastecimento: ainda gerenciam suas compras dando a mesma importância a todas as categorias, sem uma estratégia alinhada ao plano estratégico corporativo (missão e visão). Na maioria das vezes, isso acontece porque não há apoio da alta administração para essa área tão importante, pois eles não veem o valor do gerenciamento estratégico das despesas (justamente o que pode levar as empresas à falência), nem os benefícios econômicos e de valor agregado que as organizações podem obter.

2. Você acredita que existe algum setor mais maduro do que outros no fornecimento estratégico?

Talvez não um setor econômico, mas em termos de acesso a modelos internacionais de alto padrão, algumas multinacionais levam vantagem. Se fôssemos definir o progresso com relação a algum setor específico, talvez pudéssemos citar como os setores mais “inquietos” os que têm operações de alto custo, por questão de valores ou de volumes (petróleo e gás, grandes cadeias de varejo e serviços públicos).

3. Se analisarmos os últimos 5 anos, podemos dizer que as empresas estão se tornando mais conscientes sobre a importância de um bom gerenciamento de fornecedores e de uma compra estratégica?

Sem dúvida, sim. Há maior consciência do que há cinco anos em relação à importância de evoluirmos o mecanismo tradicional de compras para o fornecimento estratégico. Infelizmente, no entanto, a conscientização continua acontecendo principalmente no nível operacional e administrativo, e menos nos níveis de alta administração, de onde deveria vir todo o apoio e direcionamento estratégico nesse sentido.

4. Quais são os desafios que a ACOPC enfrenta em relação a treinamento de profissionais de compras?

Gerar conscientização em todas as empresas sobre a importância do trabalho diário desses profissionais, obter comprometimento e apoio da alta administração das empresas e alcançar reconhecimento de sua profissionalização, mediante certificação correspondente.

5. Vocês acreditam que a relação custo/benefício está sendo avaliada corretamente ao adotar novas tecnologias na área de compras, como poderia ser o caso de uma plataforma de pré-qualificação de fornecedores?

Por enquanto não há uma conscientização empresarial de que a área de abastecimento é tão importante quanto as áreas comerciais. Portanto, temos orçamentos muito “baixos” para que os departamentos de Compras acessem tecnologias que apoiem seu gerenciamento e os tornem mais eficientes. A evolução do aspecto estratégico das áreas de Compras cresce necessariamente em paralelo às tecnologias de suporte específicas da área.

 

A Achilles está comprometida a tornar a área de fornecimento das empresas mais estratégica, não só na Colômbia, mas em todo o mundo. Graças a tecnologias de ponta, a Achilles pré-qualifica fornecedores e ajuda a diminuir o risco em todo o processo de fornecimento da sua empresa.



Receba ótimas informações na sua caixa de entrada todos os meses

Assinar